Futebol Português e Espanhol

Notícias sobre os jogos, classificações e estatísticas dos campeonatos português e espanhol.

Após mais uma derrota, cai o treinador Domingos Paciência do Sporting

Do site de notícias desporto.sapo.pt:

Domingos sai de Alvalade sem glória

Domingos Paciência, um dos históricos avançados do futebol português, que se notabilizou ao serviço do FC Porto, falhou na sua tarefa de recolocar o Sporting junto dos outros “grandes”, acabando por sofrer a sua primeira “chicotada” em Alvalade.

Os mais de 30 milhões de euros investidos no reforço do plantel – 19 jogadores foram contratados – aumentaram as expetativas do plantel, mas os resultados, em especial no início do ano de 2012, acabaram por ditar a saída do técnico.

O Sporting ainda fez os seus adeptos acreditar numa boa época, com uma série de 10 triunfos consecutivos, que lhe permitiram reentrar na luta pelo título e garantir o apuramento para os 16 avos de final da Liga Europa.

Contundo, o início de 2012 acabou por ser fatídico para o conjunto “leonino”, que apenas venceu dois dos 10 encontros disputados, de nada valendo a Domingos a qualificação para a final da Taça de Portugal, uma vez que ocupa o quarto posto, a 16 pontos do líder Benfica, e já foi afastado da Taça da Liga.

Antes de chegar ao Sporting, no qual agora é substituído por Sá Pinto, Domingos tinha tido estreia como treinador principal na Liga, em 2006/07, na União de Leiria.

Contudo, o ponto mais alto da sua carreira de treinador foi alcançado na última época com a presença na final da Liga Europa, em Dublin, como responsável técnico do finalista vencido Sporting de Braga frente ao seu antigo clube, FC Porto (1-0).

A primeira experiência de Domingos Paciência como treinador ocorreu ao serviço das camadas jovens do FC Porto, após encerrar a carreira de futebolista, funções que desempenhou depois na equipa “B” dos “dragões”.

Treinador da Académica de Coimbra nas épocas de 2007/08 e 2008/09, Domingos Paciência trocou os “estudantes” pelo Sporting de Braga, nas épocas de 2009/10 e 2010/11, e ainda antes da final de Dublin anunciou a saída do clube minhoto.

Em 2008/09, Domingos Paciência levou os “estudantes” ao sétimo lugar da Liga, posição que o clube já não atingia há muitas décadas, e poucas semanas depois foi anunciado como substituto de Jorge Jesus no Sporting de Braga.

No seu ano de estreia pela formação “arsenalista”, o ascendente treinador manteve a equipa na luta pelo título até à última jornada, que perderia para o Benfica, mas entrou para a história como vice-campeão, algo que os minhotos nunca tinham conseguido.

O Sporting de Braga assegurou a presença inédita na Liga dos Campeões que lhe valeu, posteriormente, a qualificação para a Liga Europa, coroada com a presença na final de Dublin, após eliminar Liverpool, Dínamo Kiev e Benfica.

Domingos José Paciência de Oliveira, nascido a 02 de janeiro de 1969, em Leça da Palmeira, Matosinhos, enquanto jogador representou apenas o FC Porto – em 1987/97 e 1999/01 – e o Tenerife, de Espanha, em 1997/99.

Último jogador nascido em Portugal a vencer a Bola de Prata – prémio destinado a distinguir o melhor marcador da Liga – em 1995/96, com 25 golos, ao que corresponde uma média de 2,60, Domingos foi “tapado” por Jardel.

A chegada do brasileiro Jardel ao FC Porto – clube em que se tornou uma referência, tendo vencido a Bola de Prata em 1996/97, 97/98, 98/99 e 99/2000 –, levou Domingos a rumar ao Tenerife, nas Ilhas Canárias.

No regresso a Portugal, em 1999/2000, chegou a ter acordo com o Sporting, mas voltou a rumar ao FC Porto, colocando fim a uma carreira “azul e branca” coroada com sete títulos de campeão nacional, duas Taças de Portugal e seis Supertaças Cândido de Oliveira.

Enquanto jogador, Domingos foi ainda chamado por 35 vezes a representar a seleção portuguesa, nomeadamente na fase de qualificação e no Campeonato da Europa de 1996, tendo marcado um total de nove golos.

Jogador franzino, mas de finta fácil e desconcertante, Domingos somou ao longo da sua carreira no FC Porto um total de 106 golos (em 263 jogos) e nas 50 partidas em que participou pelo Tenerife marcou por seis vezes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: