Futebol Português e Espanhol

Notícias sobre os jogos, classificações e estatísticas dos campeonatos português e espanhol.

Treinador do Sporting demitido é acusado de ter mantido conversas com dirigentes do Porto

Notícia da agência Lusa indicando que Domingos Paciência teria tido conversas com dirigentes do Porto foi desmentida tanto pelo treinador como pela diretoria do Porto. A própria agência emitiu comunicado informando o erro cometido e que poderia revelar a fonte da notícia.

Notícia do jornal desporto.publico.pt:

Agência Lusa admite denunciar fonte da notícia sobre Domingos

A direcção de informação da agência Lusa admite divulgar a identidade da fonte da notícia sobre os alegados encontros do ex-treinador do Sporting, Domingos Paciência, com dirigentes do FC Porto.

Numa nota colocada em linha esta tarde, a direcção de informação da agência Lusa reconhece não ter respeitado “as normas essenciais do Código Deontológico do Jornalista nem as regras do Livro de Estilo da Agência” na elaboração da notícia sobre os alegados encontros do ex-treinador do Sporting, Domingos Paciência, com dirigentes do FC Porto. A informação era atribuída a uma “fonte próxima da estrutura ‘leonina’”.

“Na base desta notícia estava uma fonte em quem o jornalista autor da peça tinha toda a confiança, mas cuja identidade não foi revelada, a pedido da própria fonte. No dia seguinte, terça-feira, Domingos Paciência emitiu um comunicado anunciando a intenção de processar judicialmente a Lusa, por ter divulgado uma informação que considerou totalmente falsa e caluniosa, conforme também foi noticiado pela Agência”, pode ler-se no comunicado.

“A direcção de informação da Lusa reconhece agora que, na elaboração desta notícia, não respeitou as normas essenciais do Código Deontológico do Jornalista nem as regras do Livro de Estilo da Agência, nomeadamente a parte em que se determina que ‘a informação recebida sob condição de não identificar a sua origem requer redobrada exigência na sua confirmação’”, prossegue a Lusa.

“A direcção de informação reserva-se, contudo, o direito de denunciar a identidade da fonte, caso venha a averiguar que essa fonte agiu de má fé, induzindo a Lusa em erro, cumprindo o que diz o Livro de Estilo, onde se escreve que a regra de protecção da identidade da fonte pode ser questionada quando se verificar que ela ‘manifestamente usou a protecção da sua identidade para canalizar informações falsas’”, conclui o comunicado da agência noticiosa.

O ex-treinador do Sporting, Domingos Paciência, considerou a notícia “absolutamente disparatada e lesiva” do seu bom nome. “Há algo que sou obrigado a fazer: accionar judicialmente a agência Lusa pela informação falsa avançada”, afirmou o técnico, em comunicado.

“Será em tribunal que os responsáveis por esta notícia disparatada terão de responder, mesmo com uma ‘fonte próxima da estrutura leonina’ a servir de base. E se essa fonte verdadeiramente existiu, foi obra cobarde de quem se refugia no anonimato e não hesita em manchar a honra de um profissional com calúnias infundadas. E os cobardes morrem sós”, apontava ainda Domingos Paciência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: